OS TRABALHADORES DAS MISERICÓRDIAS EXIGEM AUMENTOS SALARIAIS DIGNOS